Ela deixa a nossa pele lisinha e gostosa, porém todo mundo tem um certo “medinho” de enfrentá-la. No verão é supersolicitada, mas agora no inverno acaba esquecida e renegada. Já sabe do que estamos falando? Sim, da depilação! Fala sério: quem não adora sentir a pele livre daqueles pelinhos chatos e intrometidos? É mara, não é? Mas, se você está no time das pessoas que não larga a boa e velha lâmina porque tem medo de experimentar técnicas diferentes, esse post é para você. Pedimos para a nossa expert, a esteticista Camila Ramos, contar tudo o que a gente sempre quis saber sobre depilação. Prepare-se, porque você vai querer aposentar a “gilete” em 3,2,1….

Dicas para depilação
(Foto: The Viva Luxury)

Menu variado

Sabia que existem vários tipos de depilação? Pois é, o menu é variadíssimo. É só escolher o que combina mais com a sua necessidade. Dá uma olhada:

Dicas para depilação com cera quente

Cera quente – o material gruda nos pelos, arrancando-o desde a raiz quando esfria. É recomendado para quem tem a pele bem clarinha e sem tendência a manchas. Tem efeito prolongado e pode ser feita até na véspera daquela ocasião especial (como uma viagem) se você não for do tipo que sofre com pelos encravados.

Dicas para depilação com folhas

Cera fria – é como uma fita adesiva que cola no pelo e o leva junto quando puxada. É ótima para quem tem pele sensível e com tendência a vasos. É preciso fazer até um dia antes do compromisso. Porém, se a pele for sensível ou morena, faça com 72 horas de antecedência.

Dicas para depilação com creme
(Foto: Reprodução Pinterest)

Creme depilatório – você aplica no local desejado, deixa agir por um tempo determinado e depois retira com a ajuda de uma esponja ou espátula. O creme age bem próximo à raiz do pelo e dura, em média, dois ou três dias. Há opções para todos os tipos de pele, é só escolher qual combina mais com a sua e, antes de usar, fazer o teste de sensibilidade para evitar alergias ou irritações.

Pinça – aquela que você tira fio por fio. Recomendado para lugares com pouco pelo, como sobrancelha.

Dicas para depilação Egípcia
(Foto: Reprodução Pinterest)

Egípcia – a tão falada depilação com linha, sabe? É ideal para retirar pelos finos em regiões pequenas, como a face.

Dicas para depilação com a laser
(Foto: Reprodução Pinterest)

Laser e luz pulsada – Os dois métodos emitem uma radiação luminosa que é captada pela melanina presente nos pelos e transformada em calor. Assim, o efeito é mais duradouro.

O laser é indicado para quem tem pele clara e pelos escuros, já a luz pulsada pode ser aplicada em diferentes tonalidades de cútis. Ambas as técnicas precisam de algumas sessões para fazer efeito.

Lâmina – É a mais comum pela facilidade do dia a dia. O método apenas corta o pelo sem extrair o bulbo e, com isso, pode acabar causando desconfortos como coceiras e foliculites (pelos encravados). Além disso, dura apenas dois ou três dias.

Dicas para depilação
(Foto: Reprodução Pinterest)

Tá, mas dura mesmo?

Já deu para perceber que a principal vantagem de escolher um procedimento diferente é o resultado duradouro, né? Mas, se ainda está se perguntando se dura mesmo, nossa expert conta que depende muito do fator de crescimento de cada pessoa. Porém, depilações com cera e linha, que extraem o pelo pela raiz, costumam durar, em média, 10 a 20 dias. Com laser o tempo aumenta para, no mínimo, 1 ano ou chega a ser definitivo dependendo da tecnologia do equipamento.

Mas preciso me preocupar com isso no frio?

Precisa, sim senhora! “Não é porque está frio que devemos abandonar o cuidado em deixar a pele lisinha. O pelo tem a função de proteger a cútis, mas, em algumas regiões, aparar ou até depilar não faz mal a ninguém”, conta Camila.

Além disso, a pele depilada não deve sofrer exposição ao sol, pois trata-se de um processo agressivo, independente da opção escolhida.

Sabe o que isso significa? Que essa é a época ideal para se preparar e não precisar se preocupar com depilação no verão – principalmente se optar pelo método a laser ou luz pulsada que exigem mais dias de disciplina sem exposição ao sol.

Ok, mas… a região íntima também entra no pacote?

Se for da sua vontade, sim. Mas o ideal é não depilar a área totalmente, pois os pelos também protegem o local. Já em relação ao modelo, fique à vontade para escolher o que combina mais com você, ok?

Onde fazer?

A especialista recomenda fazer uma visita no estabelecimento e observar se os materiais (como espátulas, luvas e até a cera) são totalmente descartáveis. Para depilações com luz pulsada e laser, pergunte se os equipamentos estão com as revisões em dia e se há registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Também é importante notar se o profissional protege a área dos olhos com óculos específicos para evitar incômodos causados pela forte luz ou pulso do procedimento.

Preciso fazer algo antes?

Camila explica que cada método tem a sua particularidade de pré-cuidados. Fazer esfoliação dois dias antes ajuda a remover as células mortas da pele e oferece um melhor resultado na depilação. Hidratação também é importante, pois deixa o pelo mais macio.

Se a pele estiver bronzeada, nada de se depilar, hein? A exposição ao sol deixa a cútis mais sensível e o procedimento pode acabar causando irritação. No caso da laser, o ideal é passar a lâmina um ou dois dias antes da sessão.

Dicas de depilação
(Foto: The Viva Luxury)

E depois?

Nada de ficar torrando embaixo do sol logo depois da depilação! A esteticista conta que isso pode ocasionar manchas, independente do método. Opte por roupas com tecidos leves que deixem a cútis respirar.

E, atenção! Cremes depilatórios, principalmente se usados na região da face, são verdadeiros vilões por causa da composição química. Se usá-los, certifique-se que removeu o produto totalmente e use sempre o protetor solar para evitar “lembrancinhas” desagradáveis, como pequenas manchas.

Tem algum truque para doer menos?

Eis a questão que todo mundo quer saber! Camila revela que o truque é fazer o procedimento com uma profissional experiente, pois ela já sabe a forma de remover os pelos e tornar esse momento menos doloroso. Aparar os fiozinhos antes também deixa o processo mais fácil.

Se estiver na TPM, é melhor evitar a depilação, pois a mulher já está, naturalmente, mais sensível nessa fase.

Dicas para depilação
(Foto: Girl with curves)

Depois desse guia, nada de desculpas, hein? Se joga na pele lisinha e aproveita para dividir com a gente seus truques de depilação. Conta, vai! Nunca te pedimos nada!

Serviço:
Camila Ramos
Atendimento home care nas cidades de Mogi das Cruzes, Suzano e Guarulhos.
Telefone: (11) 9 9880-6411

Deixe uma resposta