Gabriela Fernandes, diretora do STYLING TIP, na carta de Outubro de 2017
(Foto: Geraldo Fernandes)

Um ano de STYLING TIP e, sem dúvidas, o ano mais insano de toda a minha vida. Olha, posso afirmar, superou o ano do meu TCC, viu! Por mais que tenha planejado tudo (ou quase tudo) para o ST sair do jeitinho que eu queria e o mais organizado possível, tem coisas que só o dia a dia pode nos mostrar e, o principal, tem coisas, várias por sinal, que não saem como planejamos, que foge de todo cronograma e nos pega de surpresa. Isso, para uma perfeccionista nata, é de matar!

E foram assim os meus últimos 365 dias, quando eu achei que nada daria certo, que estava tudo errado, que tudo iria morrer (no sentido figurado da palavra), eu superei. E estou superando a cada dia que passa. Novos desafios surgem diariamente e até mesmo nas dificuldades, é o momento de agradecer, pois tudo se transforma em aprendizado.

Como eu estou aprendendo, viu! Um ano não só de novas experiências profissionais, mas um ano de muito conhecimento pessoal. Testei os meus limites físicos e psicológicos e percebi que, realmente, empreender não é uma tarefa nada, nada mesmo, fácil. Que é uma luta diária em vários aspectos e que se você não tem jogo de cintura, tudo entra em desequilíbrio.

Por mais que eu ame o meu trabalho, eu não o amo 24h por dia e 7 dias da semana e que isso é normal, é preciso desligar para recarregar as energias e que, às vezes, é preciso voltar uma casa no jogo da vida para futuramente avançar três e tudo bem também, eu não sou fraca por achar isso, pelo contrário, reconhecer isso me tornou ainda mais forte.

Minha intenção com o ST era reforçar ainda mais minha carreira com produção de Moda, na reconstrução de um novo portfólio, mas na prática, eu descobri que tive que ser um pouco de fotógrafa, de jornalista, de designer, de publicitária, de blogueira, de administradora, de contadora, de advogada, de cozinheira, de motorista e por aí vai… Para empreender em um negócio, por mais que seja na sua profissão, você precisa ter conhecimento em diversas áreas, principalmente no início, quando você ainda não tem cacife para contratar alguém que faça tudo isso por você. E você acha que a Gabriela, lá de Outubro de 2016 sabia disso? Mas nem 1%! Kkkk

Olha, quando eu digo que não foi fácil e não está sendo, eu não estou brincando, mas se fosse fácil, todo mundo faria, não é mesmo? Se teve uma coisa que nesse tempo todo eu mais estou aprendendo, e praticando, é parar de olhar tanto lá na frente e curtir mais a caminhada, as pequenas conquistas e nem isso está sendo fácil também, sou ansiosa e quero tudo pra ontem, mas treinando a paciência (coisa que eu não tinha) todos os dias está sendo possível deixar a vida mais leve.

Aí você deve estar lendo isso e pensando “nossa que pessoa centrada e equilibrada”. Iiiih, eu to longe disso, viu amiga! É cada choro, cada preocupação, cada desequilíbrio emocional que não estão escritos no papel. Tudo o que eu falei aqui é um exercício diário, malhar a mente todos os dias. Têm dias que dá certo? Sim! Têm dias que dá tudo errado? Muitos! O que não pode é desistir, aliás, quando comecei a trabalhar com o STYLING TIP, desistir sempre esteve fora de cogitação.

E nesse aniversário do ST eu só posso agradecer por que, realmente, eu que ganhei o presente. Conheci pessoas maravilhosas, que acreditaram em mim e no meu trabalho, parceiros incríveis e leitoras lindas. Mas nada paga o tanto que eu estou crescendo, como o ST mudou a minha vida e a minha visão de mundo. E tudo que eu posso desejar para o STYLING TIP é vida longa e novos desafios, posso não estar preparada para todos eles, mas de uma coisa eu sei, quero ficar!

É isso, meus amores, obrigada por tudo e até mês que vem!

Assinatura Gabriela Fernandes

Diretora
gabrielajsfernandes@gmail.com.br
@gabijfernandes

Deixe uma resposta